segunda-feira, 28 de junho de 2010

1ª Festa Junina.

Na entrada da festa
A única foto com a mamãe (muito bravo, por sinal)

Com a Tia Rosângela (coordenadora da mamãe)

Com o amiguinho Rafael

Nícolas e a sua querida professora - Tia Naná
Com as tias, o primo e a vovó
O amado Tio Hugo
Com a amiguinha Chiara - a Quiqui. No começo estava muito amável, mas depois que a Quiqui comeu um pouco da sua pipoca, acabou a amizade.
E a melhor hora...a de ir embora.

No sábado, fomos à Festa Junina na escola do Nícolas. Todos da família estavam ansiosos e empolgados (embora eu, estivesse apreensiva com a postura do pequeno).
Convidamos as tias: Jaira, Cida e Lena; a prima Roberta e o amado primo Tarcísio, além da vovó. O papai não pode ir pois estava trabalhando. O Nícolas acordou cedo, mamou, brincou e se arrumou muito lindo, colocou a roupa e se sentiu todo importante, a pintura ficou por conta da tia Jaira que com toda a paciência, conseguiu fazer o bigode e as costeletas.
Quando chegamos ao salão ele foi logo para o colo do primo e de lá não saiu mais, a não ser para comer pipoca e brincar um pouquinho com o amiguinho Rafael. Na hora da dança, como eu já imaginava, não quis participar, na verdade nem queria sair do colo do primo, mas após muita insistência veio comigo e eu o levei até o centro da festa, onde ele começou a chorar, então, eu prontamente já percebi que era o seu limite e o tirei daquela situação. Sei que não recebi a aprovação de todos, mas para ser muito sincera naquele momento não estava preocupada com a opinião de ninguém, o que eu realmente queria era preservar o meu filho e respeitar a sua decisão, pois apesar de ter somente dois anos, já sabe o que quer e naquele momento não queria dançar e não dançou. Com certeza outras festas virão....
Ele ficou no colo do primo e assistiu a dança dos amigos. Terminada a dança de sua sala fomos embora e aí sim, vi o meu filho feliz, já do lado de fora sorriu, brincou, foi ao colo do Tio Hugo (porteiro da escola) que ele tanto adora e que por sinal é um amor de criatura (muito atencioso e paciente) e para finalizar, encontrou a amiguinha Chiara que ele carinhosamente chama de QUIQUI.
Fomos levar a vovó em casa e voltamos, o pequeno dormiu bastante e à noite fomos comer pizza e nos divertimos muito com os comentários da 1ª Festa Junina...
O que eu aprendi com isso???? Que o meu filho deve ser respeitado e que, eu como mãe preciso saber o momento de recuar e protegê-lo, afinal ele já "cresceu e amadureceu" tanto. Em outros tempos, nem no salão ele entraria, já que estava cheio de pessoas estranhas e com um som de ensurdecer qualquer um.

4 comentários:

Eliane disse...

Ei Gisele, lendo seu relato revivi a festa junina do André. Ele também se comportou assim. Ensaiou lindamente, inclusive até dançava em casa. Mas na hora H, chorou e só aceitou dançar no meu colo, assim como vários coleguinhas. Eles ainda são muito novinhos! E como você disse, ano que vem tem mais e a gente tem mais é que respeitar o momento deles.
O Nicolas ficou lindo de jeca!
Um grande beijo,
Eliane e André

vanessa disse...

parabens amiga seu bebe ficou lindo amei ...rsrsrsr certinho faria a mesma coisa o gui tb chorou e se jogou no chão peguei no colo ..então ele ficou calmo ai sim ele quiz descer e dançar ...bjos

Adriana disse...

Oi Gisele! que beleza de caipira esse seu! muito fofo. Sabe, concordo com vc, eles devem sim ser respeitados, imagina forçar a alguma coisa que eles não querem, a Giulia tb sempre fica no meu colo nas apresentações, não gosta, tem vergonha e eu é que não vou insistir!

bjs e boa semana

Daniela Guimarães disse...

Que caipirinha mais charmoso (e bravo). rsrsrs
Ele ficou lindo!
Bj pra vc´s.