quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Retrospectiva 2010.

Janeiro
Adoro Janeiro, pois é o mês da esperança, da renovação e do recomeço.

Fevereiro
Você deu início a sua vida escolar, foi muito sofrida no começo, mas depois que você se adaptou...amou.
Também mudamos de apartamento, isso sim, foi uma loucura, a reforma não havia acabado e nem pia de cozinha tínhamos, sofremos!!!!Mas valeu.

Março
Com quase dois anos e com a sua personalidade forte bem definida, já não gosta mais de tantos beijos e abraços, prefere ficar solto, brincando e correndo


Abril
O mês do se aniversário, só por esse motivo, já considero o mês mais lindo no calendário.


Maio
O mês das mães, e você aprendeu a brincar sozinho e começou a aproveitar o seu quarto e os seus brinquedos. Ahhh e não posso esquecer, foi quando você começou a falar.


Junho
A sua 1ª Copa do Mundo. O Brasil não foi campeão, mas valeu a torcida. Quem venceu foi a Espanha, e com certeza o vovô Maneco está muito feliz lá no céu!!!!


Julho
A sua 1ª Festa Julhina, a da esola você não gostou muito e até chorou, mas nessa festa você adorou estar caracterizado.


Agosto
Nós três comemorando o Dia dos Pais.

Setembro
Na Festa da Família, junto com a sua Professora tão querida e amada, Tia Naná. Sentiremos saudades....
Outubro
Todo feliz no Dia das Crianças, afinal ganhar presente é muito bom...Conheceu a Turma da Mônica e se apaixonou pelo Cebolinha, até briga com a Mônica-cabelo de banana por causa dele.


Novembro
O primeiro acidente, a primeira cirurgia e o primeiro grande susto para nós.



Dezembro
No dia do Papai Noel, que Natal esperado e desejado e enfim a chegada da Biciqueta Vemelha.



Bem filho, o seu Ano foi de uma maneira bem resumida assim.
Você sempre nos trazendo felicidade e ânimo nos nossos momentos mais difíceis e como tivemos momentos assim, quantas vezes chorei e me questionei se o que eu estava fazendo era o certo e perdi as contas de quantas vezes rezei pedindo paciência e sabedoria para aprender a lidar com as suas birras e tentar te educar da maneira certa.
De qualquer forma, sobrevivemos a tudo e estamos bem. Agora que venha 2011 e que seja um ano melhor para todos nós.
E para quem passa por aqui...Um Feliz 2011, repleto de Paz, Saúde e Harmonia.
Obrigada pelas visitinhas e até ano que vem.....









terça-feira, 28 de dezembro de 2010

O nosso Natal!!!





Nesse ano, resolvemos comemorar o Natal na casa da minha mãe, confesso que foi bastante triste e cheio de recordações, principalmente da minha infância e do meu pai.
Ficamos nós quatro: Eu, minha Mãe, o Marcelo e o Nícolas, que estava com muito sono e por isso, abrimos os presentes um pouco antes da meia noite e para completar não conseguimos tirar uma foto da família reunida, pois quando estava tudo pronto, o menino berrava e dizia foto não!!!! (fazer o quê???? - espero que no Ano Novo eu consiga).
Mas a alegria do Nícolas ao encontrar o presente tão desejado "biciqueta vemelha" foi indescritível, embora o Papai Noel tenha sido bastante generoso o enchendo de mimos....
O importante foi que passamos juntinhos, com muita saúde, com o coração cheio de amor e os pensamentos elevados e agradecendo a Deus por tudo.

video

domingo, 5 de dezembro de 2010

O desfralde


Desde que o Nícolas completou 2 anos e 6 meses decidi desfraldá-lo. Antes de começar o processo marquei um horário com a Tia Glau (psicóloga da escola e minha querida amiga) para que ela me orientasse nessa etapa já que eu tinha várias dúvidas e angústias em saber se esse era o momento certo e ao mesmo tempo se diante das outras crianças o desenvolvimento do Nícolas era normal, já que ele sempre demorou mais que as outras para: andar (só andou com 1ano e 1mês) e falar: (com 2 anos e 1 mês- o que me trouxe várias dúvidas e até procurei uma fono).
A conversa foi muito interessante, mas ao mesmo tempo muito dura, já que a Glau me fez perceber que o Nícolas já não é um bebê e portanto não deve ser tratado como tal, que ele na verdade é um menininho e que indiretamente a minha superproteção gera insegurança e desconforto e ele mais que ninguém consegue perceber isso. Fiquei triste e até chorei quando me vi nessa situação, mas depois, pensando melhor, percebi que ela tem razão e quando preciso tomar alguma decisão em relação ao meu filho me sinto insegura, aflita e com muito medo de errar (acho que sou muito egoísta), foi assim quando o coloquei na escola e sempre que percebo que ele terá que superar algum desafio e só me tranquilizo quando converso com outras mães e vejo que não sou a única a enfrentar e conflitos diários.
Depois de um tempinho conversando chegamos à conclusão de que ele estava preparado sim e que a partir da semana seguinte ele não usaria mais fraldas e foi o que aconteceu. Ele começou a ir à escola sem a fraldinha e durante a 1ª semana só fez xixi na roupa uma vez.
Depois durante a internação retornei com a fralda e imaginei que não conseguiria desfraldá-lo . Agora ele só usa a fralda noturna e quando está com vontade já sabe pedir e já o xixi e o cocô no peniquinho e às vezes na privadinha (como ele mesmo chama). agora já saímos de casa sem colocar a fralda e sempre pergunto se ele está com vontade e se estiver que é necessário pedir.
Um fato engraçado é que toda vez que o Nícolas encontra com o Drº Gustavo (o médico que operou o seu braço) ele já vai logo dizendo "quero xixi" rsrs.
Estou muito contente com o progresso do desfralde que já dura 1 mês e mais tranquila com a evolução do pequeno.